24 de jun de 2008

39 semanas

A maior parte do lanugo (pelugem macia que cobre o corpo do feto) já desapareceu e o bebê se prepara para nascer em poucos dias. O crânio ainda não é totalmente sólido, apresentando-se mais amolecido nas 5 fontanelas, que ainda estão separadas e podem ser apertadas umas contra as outras. O parto pode alongar e moldar a cabeça fetal, uma precaução de segurança para reduzir o diâmetro do crânio, permitindo uma expulsão mais fácil da cabeça, durante a passagem do feto pelo canal de parto, sem provocar danos ao cérebro. Após o parto, a cabeça do bebê retorna a sua forma arredondada. Os olhos ainda não possuem os ductos lacrimais, que aparecem poucas semanas após o nascimento. O tórax é mais proeminente. Os pulmões estão maduros e a produção de surfactante está aumentada para manter os alvéolos abertos. O abdome fetal é grande e arredondado, especialmente, devido ao fígado que ainda produz glóbulos vermelhos. A pele torna-se mais espessada e mais pálida (branca ou rosa azulada) e a cada dia o feto ganha cerca de 15 gramas de gordura. Agora ele não pode se mover muito devido à falta de espaço. Pesa em torno de 3200-3500 gramas e mede 50 cm. Ao nascimento, o cordão umbilical pode medir cerca de 50 a 70 cm de comprimento. O que restou do vérnix, em geral, desaparece, embora possa permanecer até o nascimento.

Nenhum comentário: